Brasil Mirantes São Paulo

Guia do Nativo #04 – Edifício Copan

O edifício Copan, é um símbolo de São Paulo e do seu desenvolvimento como grande metrópole. Nesta publicação vou mostrar como visitá-lo, falar um pouco da história e recomendar coisas a fazer.

Já ouviram falar de um edifício no centro de São Paulo com arquitetura arrojada e curvilínea? Este é o Edifício Copan, um símbolo da Cidade de São Paulo e do seu desenvolvimento como grande metrópole. Esta publicação está cheia de tópicos detalhando o local, mas se você não tiver tempo de ler, pode escutar o nosso PODCAST ou ver o nosso vídeo no Youtube nos próximos dois tópicos!

PODCAST

Vídeo

Ainda indisponível.

História

Claro que conto, pequeno gafanhoto! O Copan foi encomendado pela Companhia Pan-americana de Hotéis (o porquê do nome), projetado por Oscar Niemeyer e executado por Carlos Lemos, e até hoje faz muito sucesso. Quando vemos fotos ou vídeos sobre a cidade São Paulo, ele está sempre presente.

Foi um dos grandes projetos apresentados para ser construído em celebração do aniversário de 400 anos da cidade de São Paulo, assim como o Parque Ibirapuera.

No projeto, Niemeyer previa um edifício e um hotel interligados por uma marquise no térreo com garagem, cinema, teatro e comércio, além de piscina, galeria de lojas, jardins e restaurante, porém por conta da quebra do banco que o financiava, não pôde concluí-lo a tempo.

A sua insatisfação ao ver apenas o terceiro andar pronto durante as festas de 400 anos e sua viagem a Brasília a pedido de Juscelino Kubitschek para projeto dos palácios de lá o fez entregar a Carlos Lemos a execução do projeto.

O prédio foi inaugurado em 1966 e já nos anos 70 estava em decadência, sua imagem era associada a uma “favela” vertical localizada em um ambiente inseguro.

No início dos anos 80 haviam brigas, tráfico, prostituição, assaltos, batidas policiais e gritaria geralmente no bloco B, que era o bloco de apartamentos mais humildes. Era tão recorrente que foram inspirações para colunas de jornalismo popular da época. Porém esta fama começou a mudar quando os moradores tomaram a rédia e passaram a administrar e fazer pressão a outros moradores para não admitirem pessoas de caráter duvidosos como inquilinos.

Nos anos 90 com a revitalização do centro de São Paulo foi buscado como opção de qualidade, boa localização e ótimo custo benefício.

O síndico Affonso Celso de Oliveira, que segundo alguns moradores, foi quem veio para colocar ordem na casa, disse:

Aqui temos um norma, você pode ter um elevante ou uma girafa, desde que você carregue no colo e leve pelo elevador de serviço.”

E hoje pessoas de diversas classes sociais convivem lá e você também pode alugar um apartamento, mais abaixo mostrarei como.

O edifício serviu de inspiração não só por conta das brigas e gritaria, mas em sua ascensão nos anos 90, inspirou um conto de Regina Rheda chamado “Arca sem Noé – Histórias do Edifício COPAN” que ganhou prêmio Jabuti – mais tradicional prêmio literário do Brasil – em 1995.

Em 2014 foi notado que pastilhas e blocos de concreto se soltavam do prédio e caíam na calçada, a reforma que foi orçada em 23 milhões de reais, começou no aniversário e a previsão de término é para 3 anos. Para a reforma, foi colocada uma rede azul que protege os passantes, para alguns, a rede limita a beleza do edifício, já outros enxergam como arte, como uma fase azul de artistas como Picasso.

Arquitetura

O Copan é um marco arquitetônico composto de materiais curvilíneos, tem 115 metros de altura e 120 mil metros de área construída, conta com 1160 apartamentos, é a maior estrutura de concreto armado do Brasil e segundo o IBGE é maior que 457 cidades do país (em população). Apresenta arquitetura modernista fora de padrões europeus e norte-americanos e inova em seus conceitos e no ambiente reto e cinza do centro de São Paulo.

Curiosidades

  1. O Copan é um edifício divido em blocos, cada bloco tem uma entrada diferente e por serem apartamentos de tamanhos diferentes também ocorre uma certa divisão de classe, que aparentemente é vista muito naturalmente no cotidiano. No bloco A reside pessoas de classe média, possui apartamentos de 2 dormitórios com mais ou menos 90m²), blocos B, E e F, pessoas de classes mais baixas, com apartamentos de apenas um comodo 29m² ou quarto e sala anexadas 40m² e nos blocos C e D, pessoas de classe média alta, com apartamentos de 180 a 230 m² e 3 dormitórios (também usado por estudantes que dividem apartamento). No bloco B para evitar muitas paradas de elevador por conta dos 448 kitchenettes e 198 apartamentos “quarto/sala” foram construídas rampas que interligam dois andares em um.
  2. Embora o projeto de Niemeyer de fazer do Copan um centro comercial como o Rockefeller não tenha sido concretizado, você pode encontrar uma galeria interna com 72 lojas, como lanchonetes, lojas de roupas e cabeleireiro, é como se fosse um bairro verticalizado.
  3. Em 2014 foi identificado que o Copan afundou 33cm desde a construção, foi corrigido, porém com a passagem do metrô voltou a recalcar. O síndico informou que está dentro da norma de segurança.
  4. Uma vez a cada mês, monges budistas do templo Templo Busshinji, localizado na Rua São Joaquim, fazem meditação no heliponto do Copan, buscamos informações para saber se era possível se juntar a eles, mas não encontrei, se eventualmente encontrarmos, estará no nosso instagram.

Visitação

A visita é GRÁTIS! Mara isso, basta se dirigir ao Bloco F, às 10h15 e 15h15 (a visita começa às 10h30 e 15h30), de Segunda a Sexta, preencher o caderno de visitantes e pegar o elevador que leva até o 32º andar (pode ser que você tenha que assinar lá em cima) e depois é só subir mais um lance de escada. A visita dura de 15 a 20 minutos.

Dicas do Nativo

  1. Hospede-se no Copan. Clique aqui para reservar pelo Airbnb, mas leve em consideração o andar e se possível pergunte ao dono se a rede azul está na janela dele.
  2. Visite os restaurantes e bares ao redor do Copan. Recomendo o renomado Bar da Dona Onça (Sugiro provar o petisco/prato Carne de Onça e a o drink Onça Pintada, uma caipirinha de maracujá com uma identidade deste bar), o restaurante mexicano La Central e o bar Fel (sugiro o drink Pink Lady).
  3. Veja o documentário que deixei nas referências antes de visitá-lo;
  4. Se tiver tempo, visite também, a Biblioteca Mario de Andrade, o Theatro Municipal e o Vale do Anhangabaú, que ficam próximos.

Contato

E-mail: copansp@uol.com.br
Telefone: +55 11 3259-5917

Localização

Endereço: Av. Ipiranga, 200 – República, São Paulo – SP, 05412-002

Como chegar

  • Você pode ir de ônibus, tem um ponto bem em frente a este local, só precisa andar uns 30metros para entrar no complexo de prédios, os pontos mais próximos são estes: Ponto 1 e Ponto 2;
  • A opção de metrô, a estação República está há 400m caminhando;
  • Aplicativos como Uber, 99 e similares funcionam normalmente nesta área;

Referências

Ta aí, abaixo as referências:

http://www.copansp.com.br/ <Acesso 13/06/2019 às 17:29>

Acesso 13/06/2019 às 17:29
Acesso 13/06/2019 às 17:29

Esperamos que aproveite ainda mais a sua visita e se tiver algum comentário, manda uma mensagem para nós no Instagram, Facebook, Twitter ou pelo e-mail guiadonativo@gmail.com.

Se inscreve no canal do Youtube para mais vídeos. E até a próxima aventura!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: